Sucralose Faz Bem Para a Saúde? Veja explicações científicas.

 

O açúcar pode ter efeitos terríveis em seu metabolismo e em sua saúde. Por esta razão, muitas pessoas se voltam para adoçantes artificiais como sucralose. Mas será que ela faz bem para a saúde?

No entanto, enquanto as autoridades alegam que a sucralose é segura para ingerir, alguns estudos têm ligado-a a problemas de saúde.

O que é Sucralose?

Sucralose Sugar

A sucralose é um adoçante artificial com zero caloria.  Ela é feita a partir de açúcar, em um processo químico.

O adoçante foi descoberto em 1976, quando um cientista de um colégio britânico ouviu mal as instruções sobre como testar uma substância. Em vez disso, ele provou, percebendo que a substância estava muito doce.

 

 

Essa substância é de 400 a 700 vezes mais doce do que o açúcar, e não tem um sabor amargo como muitos outros edulcorantes populares.

Sucralose pode afetar açúcar o sangue e a insulina

Estudioso dizem que essa substância tem pouco ou nenhum efeito nos níveis de açúcar no sangue e insulina.

No entanto, isso pode depender se você está acostumado a consumir adoçantes artificiais.

Um estudo com 17 pessoas severamente obesas que não consumiam regularmente adoçantes artificiais relatou que a sucralose elevou os níveis de açúcar no sangue em 14% e os níveis de insulina em 20%.

Vários outros estudos em pessoas saudáveis, de peso normal, não encontraram efeitos nos níveis de açúcar no sangue e insulina. Porém, tais pesquisas incluíram pessoas que consumiam esse tipo de substância regularmente.

Assim, se você não consumir sucralose regularmente é possível que venha experimentar algumas mudanças em seus níveis de açúcar no sangue e insulina quando o fizer.

Se você está acostumado a consumir sucralose, então provavelmente não terá qualquer efeito.

Cozinhar com sucralose pode ser prejudicial

Baking with Splenda

Muitos adoçantes culinários são resistentes ao calor, e bons para cozinhar e assar. Contudo, estudos recentes têm desafiado isso.

Parece que em altas temperaturas, os adoçantes começam a quebrar suas moléculas e interagirem com outros ingredientes.

Um estudo descobriu que o aquecimento de tal substância com glicerol, a “espinha dorsal” das moléculas de gordura, produziu substâncias nocivas chamadas cloropropanois. Estas substâncias podem aumentar o risco de câncer. 

Mais pesquisas são necessárias para que isso seja efetivamente comprovado. Porém, pode ser melhor usar outros adoçantes quando for assar algum alimento.

A sucralose afeta a saúde intestinal?

 

As bactérias amigáveis ​​no intestino são extremamente importantes para a sua saúde. Elas podem melhorar a digestão, beneficiar a função imunológica e reduzir o risco de muitas doenças.

Curiosamente, um estudo com ratos descobriu que a sucralose pode ter efeitos negativos sobre estas bactérias.

Após 12 semanas, os ratos que consumiam a substância tinham 47 a 80% menos de anaeróbios (bactérias que não precisam de oxigênio).

Bactérias benéficas como bifidobactérias e lactobacilos (aqueles do Yakult) foram significativamente reduzidas, enquanto as bactérias mais nocivas pareciam ser menos afetadas.

Além do mais, as bactérias intestinais ainda não tinham retornado ao normal 12 semanas após a conclusão do experimento.

No entanto, este foi um estudo feito com ratos.

Estudos com humanos são necessários para explorar se as bactérias intestinais realmente são afetadas com a sucralose.

A sucralose faz você ganhar ou perder peso?

Adding Spoonful of Sweetener to Cup

Os produtos que contêm adoçantes de zero caloria são frequentemente comercializados como sendo bons para perda de peso.

No entanto, sucralose e adoçantes artificiais não parecem ter quaisquer efeitos importantes sobre o seu peso.

Estudos não encontraram nenhuma relação entre o consumo de adoçante artificial e o peso corporal ou a massa gorda.

Procure usar adoçantes naturais como mel, açúcar demerara ou o próprio sabor das frutas em suas refeições. Outros adoçantes como o feito de stévia podem ser muito melhores do que a sucralose.

Lembre-se: tudo o que não é natural pode não te fazer bem!

Gostou do artigo? Comente e compartilhe!