Como parar de roer unhas

Roer unhas é um hábito muito comum entre os adultos. Em geral, este hábito indica ansiedade e até mesmo um artifício de fuga dos problemas. Há quem considere o hábito um vício, entretanto não há comprovação científica ainda sobre este fato.

Parar de roer unha, entretanto, é tão difícil quanto se reeducar na alimentação. Isto se deve, pois o hábito em geral está presente na vida das pessoas há anos e todo hábito praticado há muito tempo leva paciência, trabalho e dedicação para ser interrompido.

Vamos dar algumas dicas para ajudar você a parar de roer unhas e, além de poder ter unhas bonitas e saudáveis, não sofrer com este hábito tão comum.

Identificar

A primeira ação que você deve tomar é identificar em que momentos do seu dia você rói unha. No trabalho? Durante a espera por alguém? No trânsito? Repare todas as vezes que você roer suas unhas e anote para tentar identificar qual a real causa do problema e o que o levou a roer as unhas como forma de fuga deste mesmo problema.

Procurar ajuda

Uma vez identificado o problema você pode recorrer a um terapeuta ou de um psicólogo. Roer unha muitas das vezes pode ser indício de transtorno de ansiedade e muitas vezes não conseguimos lidar com este problema sozinhos.

Mantenha as unhas feitas

Manter as unhas feitas funciona como um incentivo para não roer as unhas. Dificilmente quem vê uma unha com esmalte ou base, sente vontade de roê-las para não deixá-las feias. Quando as unhas estão em seu estado natural, tendemos a não nos preocuparmos se elas estarão curtas ou longas, propiciando uma maior vontade de roê-las.

Se liberte da ansiedade

Caso não consiga procurar auxílio de um terapeuta, tente canalizar sua ansiedade de forma a liberá-la. Exercícios físicos são ótimos para gastar a ansiedade acumulada. Você pode desde se matricular em uma academia a praticar exercícios ao ar livre caso procure não gastar dinheiro com isto. O importante é se exercitar de alguma forma. Até uma caminhada é válida, pois irá permitir que você gaste parte da energia adquirida.